O exame 3D é uma reconstrução computadorizada da imagem captada em 2D.

O exame 4D nada mais é que a imagem 3D em tempo real. Para que a imagem 4D seja processada com qualidade,

é necessário um aparelho com processador de alta potência.

Para que tenhamos uma boa imagem em 3D ou 4D, precisamos ainda de algumas condições:

  • Presença de líquido amniótico na região da estrutura a ser visibilizada (é o nosso contraste);
  • Posição fetal adequada (de frente);
  • Aparelho de boa qualidade;
  • Operador com habilidade para utilizar os recursos da máquina;
  • Tempo adequado de exame;
  • Idade gestacional adequada: até 20 semanas, o feto é muito pequeno e a imagem não fica tão boa.
  • Talvez a pior fase seja ao redor de 16 semanas, quando o rim passa a produzir a maioria do líquido amniótico,
  • mas ainda não suficiente para produzir grandes espaços a frente do feto, prejudicando a imagem;
  • Boa condução sonora: algumas condições podem prejudicar a passagem do som, reduzindo a nitidez da imagem.
  • Podemos citar: placenta anterior, gemelaridade, edema abdominal (pré eclâmpsia), obesidade, dentre outras situações.

A idade gestacional ideal para realização do exame está entre 20 e 30 semanas.